Sobra Silêncio e Cordas (E Book)

Querida Roseana, entrar en tu página es atravesar un mar de belleza infinita, de palabrs que flotan y trazan las escalas de los sueños y hacen posible todo aquello que hemos deseado con el corazón. Qué felicidad tan grande sentir tu voz tan cerca de la tierra. Y tus Variaciones sobre Silencio y Cuerdas dibujan un tiempo feliz de escuchas...

Delírios

Acabei de fazer a leitura do e-book "Delírios", da poeta Roseana Murray. Ler livros nesse suporte é, para mim, algo novo, tão apegado que sou ao objeto de papel, cheio de folhas, nas quais posso fazer minhas anotações com o lápis que sempre me acompanha. Mas confesso que gostei muito da experiência. O primor das ilustrações de Evelyn Klingerman...

Pra Dizer o Indizível

"quanto mais poético, mais verdadeiro" (Novalis, Fragmentos) No mundo moderno, mundo das comunicações, da velocidade da informação, das tecnologias de ponta, há de tudo e em excesso. Cardápios variados de todos os tipos... Isso nos atordoa, nos anestesia.... Se por um lado, temos comunicação, falta-nos, por outo lado, criação. Criação no sentido humanístico do termo. Parece que nos desentendemos com o...

De poeta, filósofo e louco todo mundo tem um pouco

Boa Noite! Gostaria, inicialmente de bem dizer da minha múltipla alegria de estar aqui hoje, nessa cidade que amo tanto e que está amalgamada na minha alma para todo o sempre. Nesta Recife tão pródiga em cultura, tão intelectual e artisticamente inquieta como bem comprovam os intelectuais pernambucanos, o cinema que se produz aqui, os incontáveis escritores, de João...

Felipe Lacerda de Melo Cruz

Dissertação de Mestrado Clique aqui e confira

José Sarney

Abecedário Poético de Frutas O Abecedário Poético de Frutas é uma delícia que se transfere do prazer físico para o espiritual. Cada fruta é ressuscitada em nosso sabor, com cheiro de oriente do damasco, perfume da vergamota que deixa na boca uma saudade, forma de estrela de carambola, gosto escondido da noz, colorido dourado e branco da banana, amarelo doce...

Elisa Lucinda

Realmente o seu livro o Diário da montanha confirma a irmandade que há em nossos olhares. Fiquei impressionada, Roseana, o livro é lindo, tem imagens maravilhosas e eu vou buscar entre os meus poemas os que são irmãos dos seus. Fiquei muito emocionada,me senti na montanha, na casa, na natureza, prazerosa viajante no comboio de palavras lindas que o...

Luana Raquel da Silva – Universidade Federal de Rondônia – Campus Vilhena

Receita de espantar a tristeza (Roseana Murray) Faça uma careta e mande a tristeza pra longe pro outro lado do mar ou da rua vá para o meio da rua e plante bananeira faça alguma besteira depois estique os braços apanhe a primeira estrela e procure o melhor amigo para um longo e apertado abraço. O poema proporciona uma imagem de movimento: parece pedir certas ações internas e externas do...

Aline – Universidade Federal de Rondônia – Campus Vilhena

Beija-flor Beija-flor pequenininho que beija a flor com carinho, me dá um pouco de amor, que hoje estou tão sozinho... Beija-flor pequenininho, é certo que não sou flor, mas eu quero um beijinho, que hoje estou tão sozinho... (Roseana Murray, versão obtida no blog da autora: http://blogdaroseana.blogspot.com.br) Beija-flor, de Roseana Murray, é uma composição curta, constituída por duas quadrinhas heptassílabas cujo conteúdo...

Lilian Rocha de A. Hattori – Universidade Federal de Rondônia – Campus Vilhena

Uma possiblidade de leitura do poema “O poeta”, de Roseana Murray O poeta O poeta vai tirando da vida os seus poemas como pássaros desobedientes e amestrados A palavra é o seu castelo sua árvore encantada, abracadabra construindo o universo. A presente análise procura demonstrar a desestabilização de sentido no poema “O poeta”, de Roseana Murray. No primeiro verso do poema o verbo “vai” acompanhado de um...

Últimas Publicações

Café, Pão e Texto

Hoje, na mais bela manhã de outono, recebi um grupo de professores de escolas variadas. Vieram de...

E.M. Marcílio Dias

Quando o ônibus que trazia as crianças e jovens da E.M. Marcílio Dias, de São Gonçalo, encostou...

Clube de Leitura da Casa Amarela

O livro que foi lido para o encontro de maio do Clube de Leitura da Casa Amarela,...

De São Gonçalo para o Café, Pão e texto

Cada encontro do Café, Pão e Texto é único, irrepetível. As professoras de São Gonçalo me trouxeram as...

E. M. Clotilde de Sampaio

Em nosso encontro de hoje, no Café, Pão e Texto, quando recebi a E.M.Clotilde de Sampaio Correia,...