Clube de Leitura da Casa Amarela

0
593

photo-2019-02-23-19-59-41

Éramos poucos. Muita gente faltou ao encontro do Clube de Leitura da Casa Amarela, cada um com seu motivo. É muito raro que todos possam vir.

Como sempre as pessoas chegam e trazem um carregamento de alegria para esse reencontro.

Bem cedo fiz um pão de tomate. Juan comprou as folhas e legumes na feirinha da esquina. Vanda preparou um almoço divino. Era o aniversário do Samuel. Um escondidinho de aipim vegetariano e outro com a carne de sol que ganhei em Itapetinga, da Ivanilde Teixeira, no sertão da Bahia.

O livro Ethan Frome, nosso convidado, não é um livro fácil. É doloroso, é triste.

Fala sobre o mal e esse tema hoje tem mesmo que ser discutido.

Para falar sobre o mal e seu requinte, na figura de uma mulher, Edith Warthon escolheu uma paisagem gelada e deserta. Tudo é aprisionante.

Sobre uma estrutura magnífica o mistério do romance vai se desvendando aos olhos do forasteiro narrador e diante dos nossos olhos. Aos poucos os retalhos vão se costurando

Um livro feito de silêncios. De impossibilidades.

O amor não foi suficiente para vencer as convenções religiosas e sociais.

Antes de tudo é uma escrita maravilhosa e o final, um golpe de mestre.

Sophia de Mello lavou a nossa alma com a sua poesia que é de uma beleza imensa. Uma grande voz.

O almoço do Clube de Leitura da Casa Amarela é um capítulo a parte!

Momento de acolhimento, comida incrível, abraços. Em todos os encontros temos a torta dos aniversariantes.

Chegaram dois novos habitantes: Marina e Áurea, estão morando aqui e espero, vieram para ficar.

E o Clube está sempre em movimento.

O próximo encontro será no dia 18 de maio e o livro será o Sapiens, do Yuval Harari. Pedi um poema do Mia Couto. Adoro os seus poemas.

Compartilhar

Deixe uma resposta