William Amorim

0
797

Uma alegria indescritível: chegar em casa e me deparar com um exemplar autografado, trazido pelos correios , do novo e belíssimo livro da poeta Roseana Murray.

Poemas para metrônomo e vento é para ser lido com o corpo todo porque cada poema faz do leitor uma partitura viva, como se a poeta orquestrasse o tempo, o compasso e a pulsação musical em que cada um de nossos poros devesse vibrar sob inusitadas epifanias engendradas na beleza e na variação de cada verso.

William Amorim
Psicanalista

Compartilhar

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here