E.M. Marcílio Dias

0
201

e-m-marcilio-dias-sao-goncalo

Quando o ônibus que trazia as crianças e jovens da E.M. Marcílio Dias, de São Gonçalo, encostou na porta da casa, a Diretora Cristina Brito me disse:
– Quase não pudemos vir. Hoje houve confronto na Comunidade do Salgueiro, com muito tiroteio
Mas a escola faz um trabalho lindo com leitura e acho que este grupo que veio ao meu Café, Pão e Texto está salvo.
Falamos sobre todos os temas. Violência, tráfico de drogas, identificação dos jovens com os bandidos, poder, corrupção, injustiça social, miséria em todos os seus sentidos.
Falamos sobre amor, paz, compaixão, bondade.
Falamos sobre o poder da literatura para nos conhecermos, para fazermos as melhores escolhas.
Amanda ganhou um Concurso de contos pelo Município e eu li o seu conto, belíssimo.
Contei um pouco da minha vida, dos meus caminhos. Das coisas difíceis que tive que enfrentar e como consegui superar.
Tomamos café da manhâ juntos. Fomos à praia ver o mar.
Antes de ir embora, uma jovem belíssima me pediu:
– Diga alguma coisa que eu possa levar para a minha vida.
Eu disse.
Ganhei um beijo e um abraço de cada um.
Agradeço ao Professor José Leonardo ter me dado essa manhã de presente.
Agradeço a luz dos olhos da Cristina e Núbia, por lutarem por essas crianças e jovens com tanto amor.
Recebi um presente lindo. Um cabide decorado , meus poemas copiados pelos alunos, pendurados no cabide, com fitas e laços.
E que eu possa receber belas notícias dessas pessoas tão lindas que vieram aqui. Que elas escapem da armadilha onde estão aprisionadas e possam voar muito alto.

Compartilhar

Deixe uma resposta