Senhorita Brill

0
166

Ontem, em nossa reunião do Clube de Leitura Amarela, apenas uma pessoa, o César, leu o livro Xogum até o final. Eu já sabia, por isso escolhi um conto maravilhoso da escritora Khaterine Mansfield, e começamos com uma Roda de Leitura. Eu fui a leitora-guia e dei o melhor de mim, pois o conto Senhorita Brill é uma obra-prima , uma joia. A Senhorita Brill todos os domingos vai ao Parque ouvir uma orquestra tocar. Desta vez ela vai com sua estola de pele, imagino que de raposa, e ela dá vida ao bichinho morto e todos disseram que há uma transferência clara, a pele é ela, que vive sozinha num quarto que é como um armário , mas aos domingos no parque vive as vidas dos outros pelos pedaços de conversas que ouve, e ela se sente atriz participando, como disse Maria Clara, do teatro do mundo. Até que… será que eu conto o final?

Não vou contar. Deixo vocês, meus leitores buscarem o conto para saber do esplêndido e inesperado final.

Depois falamos do Xogum, discutimos o livro numa discussão inédita: Só um o leu inteiro, outros leram 50% , outros um pedacinho e resenhas… Mas a discussão foi ótima, falamos da vida e da morte, dos samurais e dos Senhores e da poesia e dos jardins e do amor entre o Anjin-san e da Mariko. Chico prometeu terminar o livro e Maria Clara também.No final Maria Clara, que deu uma aula sobre esta forma de poesia e Hélio trouxeram haicais belíssimos do Bashô e outros mestres japoneses. Chico e Maria Clara leram haicais de sua autoria.

Aline, Vanda e Samuel, nossos caseiros e sua filha, participaram de toda a Roda de Leitura e das discussões. Temos duas pessoas novas, Celmar, minha professora de italiano e Sonia que me trouxe uma mandala lindíssima de presente.

Fazia muito frio e sudoeste e tivemos que votar pra saber se comíamos fora ou dentro. A votação foi meio truncada e finalmente comemos fora. Mas a sobremesa foi dentro: uma torta-bolo de aniversário para Aline, Vanda e Chico que fizeram anos recentemente. Angela trouxe vários presentes para todos. Ela sorteou um livro e o Chico ganhou numa concurso meio truncado também. Chico o doou para a outra Angela levar para a biblioteca da E.M Ozíres e eu pedi emprestado pois é sobre os colegas de classe da Anne Frank e fiquei muito interessada.

Sonia trouxe uma mousse maravilhosa de abacaxi e Hélio e Fernando trouxeram de presente de Burano dois lindos panos bordados e um queijo parmeggiano para Juan. Foi dia de presentes, César trouxe para o almoço vinho tinto e branco.

O próximo encontro será no dia 6 de dezembro às 10hs na minha casa e o livro será A PONTE INVISÍVEL de Julie Orringer.

Compartilhar

Deixe uma resposta